10 histórias sinistras que a Disney tentou nos esconder

0
247

Quando pensamos na Disney, temos a ideia de que vamos ver filmes infantis com grandes lições e histórias comoventes que nos fazem pensar. Embora a Disney direcione seu conteúdo para menores, muitos dos grandes filmes que fizeram não são adaptações de histórias infantis, muito pelo contrário…

1. A Princesa e o Sapo

A versão original dessa história é muito mais obscura do que o que vimos no filme da Disney. Dependendo sobre a versão dos Irmãos Grimm, a princesa sente um tremendo desgosto em ter que dormir na mesma cama que um sapo; ela inclusive o joga contra a parede, e é aí que o feitiço é quebrado. Não há nada romântico entre os dois. E, de fato, em algumas versões da história, quando o príncipe acorda, a primeira coisa que ele faz é cortar a cabeça a princesa como um sinal de vingança pelo mau tratamento.

2. A Pequena Sereia 

Na versão original dessa história, em vez de conceder sua voz, Ariel tem a língua cortada, e por isso não pode falar. Suas pernas novas doíam terrivelmente a cada passo que dava. Se ela não conseguisse o beijo verdadeiro, ela morria. O príncipe se casa com outra e Ariel quer voltar para o fundo do mar. Para se tornar sereia, ela tinha que matar o príncipe e deixar seu sangue cair sobre seus pés, mas ela não consegue. Então ela se joga no mar, e se transforma em espuma.

3. Branca de Neve e os Sete Anões

Na história original, a Rainha come o coração e o fígado da Branca de Neve. O príncipe tenta levar o corpo com ele, mesmo achando que ela estava morta. A menina não acorda com um beijo; o príncipe a deixa cair, o pedaço de maçã em sua garganta se move e sai da boca, fazendo ela acordar. O príncipe e a Branca de Neve se casam, e convidem a Rainha para a festa, onde ela é obrigada a usar sapatos incandescentes e dançar até a morte.

4. Rapunzel

Na história original dos irmãos Grimm, escrita em 1812, Rapunzel recebeu tantas visitas do príncipe que engravidou e suas roupas não lhe cabiam.

5. Bela Adormecida 

A Disney felizmente mudou muito a história original do escritor italiano Giambattista Basile. Nela, depois de cair adormecida por causa de um espinho no dedo, a princesa é achada por um rei que a estupra. Ela engravida e acaba tendo gêmeos. Um dos bebês, quando queria ser amamentado, chupa a ponta do dedo dela e remove o espinho, a acordando. Depois, o rei manda buscá-la junto com seus filhos. Ressentida, sua mulher manda um cozinheiro fazer um ensopado delas, mas o plano é descoberto e a rainha assassinada.

Responder