12 armas de guerra que são tão terríveis que até foram banidas

0
234

A guerra é uma coisa verdadeiramente terrível, mas pelo menos nós podemos todos concordar que essas 13 armas poderiam torná-las ainda piores.

1. Gás Mostarda

Este gás, que faz com que os pulmões das vítimas se encham de líquido e então elas se afogam internamente, era comumente usado durante a Primeira Guerra Mundial. Desde então, foi proibido, mas alguns ainda encontram maneiras de usá-lo.

2. Gás XV

Este gás terrível era usado para interferir com o mecanismo que transfere os sinais do sistema nervoso para os órgãos. Perda de consciência, convulsões e paralisia acontecem entre 2 e 10 minutos antes da morte. Instabilidade na pressão sanguínea, sonolência, náusea, vômito e tremores também acontecem.

3. Spray de pimenta

Embora isso seja proibido em guerra, policiais e civis continuam a usar spray de pimenta para sua própria proteção.

4. Minas de plástico

Elas são tão perigosas como as de metal, mas são infinitamente mais difíceis de serem encontradas.

5. Armas biológicas

A proibição dessas armas é apenas senso comum, uma vez que você não pode garantir que não  prejudique a própria população. A arma biológica de maior potencial conhecida é o anthrax, uma doença causada pela bactéria Bacillus anthracis. Uma guerra biológica pode gerar efeitos devastadores no mundo inteiro, por isso um grupo de países assinou um acordo em 1972 para evitar tal guerra.

6. Napalm

desktop-1463370172.png

O Napalm é um conjunto de líquidos inflamáveis à base de gasolina. O napalm gruda na pele, fazendo com que suas vítimas não consigam escapar do calor, como em incêndio comum. Uma vez que o napalm não pode ser usado em zonas arborizadas ou perto de civis, é raramente usado hoje em dia.

Responder