13 imagens chocantes de tortura brutal na China

0
986

Naturalmente, a maioria de nós associamos a China com uma incrível sabedoria, cerimônia do chá, sedas, dragões, e mais recentemente – produtos baratos para todos os gostos. No entanto, poucas pessoas sabem que na China até o século XX, havia uma tradição especial de tortura e execuções que também merecem um artigo.

Muitas vezes os parentes de criminosos estavam dispostos a pagar uma quantia considerável para que a pena de morte acontecesse o mais rapidamente possível – era insuportável o fardo de ter um parente na cadeia.

A prioridade dos carrascos chineses sempre foi a chamada morte lenta.

Essas placas de madeira eram colocadas no pescoço do agressor. O dispositivo consistia de duas placas grandes e planas, que eram colocadas ao redor do pescoço do indivíduo. Muitas vezes, o prisioneiro não podia alcançar a sua própria boca e tinha que confiar em outras pessoas para se alimentar. E isso causava uma vergonha completa: havia o seu nome, endereço e a natureza de seus crimes escritos em uma etiqueta e preso nas placas.

Gaiolas de bambu

Execuções em varas de bambu

Observe que em volta havia uma multidão de espectadores, e entre os presentes não só estavam os adultos, mas também crianças.

Crucificação

A vítima era amarrada numa cruz e ali ficava até a morte.

Decapitação – prática comum na China antiga.

As cabeças de criminosos eram penduradas nos lugares mais visíveis, sendo um aviso simbólico para potenciais rebeldes.

Amputação de partes do corpo

Clique aqui para ver a foto

O carrasco, após o trabalho realizado

Use o menu abaixo para continuar vendo  o post:

Responder