5 dicas para quem pretende vender um celular usado

0
135

Com um mercado cada vez mais atrativo no segmento de smartphones, não é raro se encontrar na situação de possuir dois ou mais aparelhos. Seja porque você comprou um melhor ou precisa juntar dinheiro, vender smartphones usados é uma prática cada vez mais comum. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados para não passar por experiências negativas. Confira nessa lista 5 dicas importantes para evitar problemas na hora de vender seu celular.

1 – Faça um backup de tudo aquilo que você não pode perder

O primeiro passo a ser tomado antes de passar adiante um smartphone é fazer um backup de todos os arquivos que você não quer perder. Ou seja, fotos, contatos, arquivos de som, documentos que você tenha guardado, etc. Lembre-se que muita coisa fica armazenada na memória interna do telefone, e tudo que estiver lá será perdido. Por isso, passe tudo para outra mídia – seja ela um cartão de memória, computador, hd externo ou de qualquer outro tipo.

2 – Depois disso, restaure o aparelho para as configurações de fábrica

Já que você não quer que a pessoa que venha a comprar seu aparelho tenha acesso a qualquer tipo de arquivo que por ventura tenha ficado no seu smartphone, é recomendada a restauração do celular para as configurações de fábrica. Normalmente é fácil acessar essa função, entrando nas configurações e posteriormente em “fazer backup e redefinir”, ou em algum menu semelhante, dependendo do modelo. Assim, seu telefone irá limpar todas alterações que você fez no aparelho desde que o adquiriu, e voltará às definições iniciais, inclusive excluindo dados salvos na memória interna do aparelho.

3 – Tente ‘remontar’ a caixa do aparelho com todos produtos originais

É sempre bom colocar-se no lugar de quem irá adquirir seu aparelho usado, e tentar oferecer o melhor possível. Reúna todos os utensílios originais que você ainda tem e anuncie o produto o mais completo possível. Dessa forma, o comprador terá mais confiança de que está adquirindo um produto seguro e de procedência legal.

4 – Tome cuidado com possíveis golpes

A maioria das pessoas aplica golpes vendendo produtos que sequer possuem. No entanto, criminosos também se escondem atrás de compradores, que topam todas suas condições e inclusive fazem poucas perguntas. Tome cuidado principalmente com o lugar onde você irá marcar o encontro, tendo preferência por lugares mais movimentados, como shoppings, por exemplo. Também pode ser perigoso pedir para o comprador buscar seu aparelho em sua residência, principalmente se você mora em uma casa. Ter acesso a uma residência pode ser um prato cheio para um criminoso. Se você mora em um condomínio com portaria e segurança, isso pode ser um pouco mais seguro, mas ainda assim tome cuidado em passar seu endereço para um desconhecido. O mais seguro, na maioria dos casos, é negociar em lugares bem movimentados.

5 – Evite os correios para negociações ‘caras’, como um celular

Muitas pessoas costumam comprar e vender produtos utilizando os serviços dos correios. Apesar de raramente haver problemas durante a entrega das encomendas, é muito mais seguro tratar de uma negociação cara como a venda de um celular pessoalmente. Ainda que você tome todos os cuidados, o produto pode ser extraviado ou, dependendo da forma como você negociar, o produto pode chegar para seu comprador e você não ver a cor do dinheiro. Todo cuidado é pouco!

Responder