Arrancar o cabelo de modo certo o faz crescer 5 vezes mais

0
152

Ninguém quer perder o seu cabelo, mas a triste verdade é que alguns de nós irá. Felizmente, pode haver uma boa notícia no horizonte para aqueles de nós cujos fios estão condenados.

Novas pesquisas sugerem que arrancar seletivamente cabelos muito próximos pode estimulá-los a nascerem surpreendentemente densos.

A equipe por trás do estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia (USC), nos EUA, demonstrou que, extraindo cuidadosamente 200 cabelos de um rato, um por um, em uma configuração e densidade específica, eles poderiam provocar o crescimento de cerca de 1.200 novos cabelos na área – 5 vezes mais que o normal.

Embora seja muito cedo, os pesquisadores dizem que suas descobertas, relatadas na revista Cell, podem abrir caminho para novos tratamentos para a calvície, ou alopecia.

Estudos anteriores mostraram que quase 50% dos homens entre 40 e 49 anos podem experimentar algum tipo de calvície. A calvície de padrão masculino, conhecida como alopecia androgenética, afeta aproximadamente cerca de 6,5 milhões de homens no Reino Unido, e mais de 35 milhões de homens nos EUA.

Então como um cabelo arrancado pode fazer crescer 5 no lugar?

Bem, os pesquisadores dizem que o trauma causado pelos cabelos sendo arrancados provoca uma resposta imune, conforme o folículo da pele envia uma espécie de sinal de socorro através da liberação de proteínas inflamatórias.

Isso faz com que as células imunológicas corram para o local da lesão.

Como explicam os pesquisadores, essas células imunes secretam uma molécula em resposta e isso sinaliza para o folículo arrancado, e outros folículos da pele nas proximidades, que é hora de crescer o cabelo novo.

“Fizemos uma descoberta sobre como o cabelo se comunica quando está angustiado”, Phillip Murray, um matemático da Universidade de Dundee, no Reino Unido, que foi co-autor do estudo, disse.

Curiosamente, a regeneração é muito dependente do modo como o cabelo é arrancado. Quando a equipe puxou 200 pêlos de uma área nas costas superior de um rato com mais de 6 mm de largura, eles não observaram nenhuma regeneração.

Mas quando eles repetiram o processo arrancando os cabelos individuais em áreas circulares entre 3 e 5 mm, eles viram alguns grandes retornos, com entre 450 e 1.300 novos cabelos surgindo. Em alguns casos, estes novos cabelos cresceram até mesmo fora da região afetada.

“Os folículos capilares não simplesmente respondem individualmente ao serem arrancados, mas também comunicam-se entre si … e efetivamente tomam uma decisão em grupo sobre o nível de resposta imune que é necessária.”

Basicamente, se os folículos estão muito distantes, eles não podem sinalizar coletivamente como um grupo. Isto significa que não há resposta imune, e o cabelo não cresce. [ScienceAlert]

Responder