As estranhas esferas de 3 bilhões de anos

0
133

Na pequena cidade de Ottosdal, no centro da Província Noroeste da África do Sul, os mineiros que trabalhavam nas minas de Pyrophyllite desenterram essas estranhas esferas de metal conhecidas como Esferas de Klerksdorp. Estas esferas de cor marrom um pouco achatadas variam em tamanho de menos de 1 até 10 centímetros de diâmetro, e algumas delas têm 3 sulcos paralelos correndo em volta do equador. Mas aqui está o mais interessante – esses objetos metálicos foram datados em 3 bilhões de anos, uma época em que a Terra era jovem demais para abrigar vida inteligente capaz de criar essas esferas. Claro que por isso esses objetos têm atraído a atenção e especulação não só da comunidade científica, mas de vários grupos, incluindo os criacionistas e defensores da “teoria dos antigos astronautas”.

As Esferas de Klerksdorp são muitas vezes classificadas como “artefatos fora do lugar”, um termo cunhado por um naturalista americano para indicar objetos de interesse histórico, arqueológico, paleontológico ou encontrado em um contexto muito incomum ou aparentemente impossível que poderia desafiar a cronologia histórica convencional por ser “muito avançado” para o nível de civilização que existia na época. Esses objetos pretendem fornecer evidências que sugerem a presença de seres inteligentes bem antes da existência  dos humanos. As Esferas de Klerksdorp, no entanto, não estão fora do lugar. Nem são misteriosas.

Essas esferas são na verdade concreções formadas pela precipitação de sedimentos vulcânicos ou cinzas, ou de ambos, depois de terem acumulado 3 bilhões de anos atrás. Concreções são muitas vezes ovais ou esféricas e por isso são comumente confundidas com ovos de dinossauro, ou artefatos humanos, neste caso.

As cristas latitudinais e sulcos exibidos nas esferas de Klerksdorp também são naturais e são conhecidas por ocorrer em concreções encontradas em outros lugares na Terra, como uma datada em 2,8 bilhões de anos em Hamersley, na Austrália.

Muitas alegações falsas foram feitas em relação a esses objetos. Uma afirmação frequente é que supostos testes feitos pela NASA revelaram que as esferas só podiam ter sido criadas sob gravidade zero. Não só os objetos não são perfeitamente esféricos como a NASA nunca os estudou.

Espécimes das esferas de Klerksdorp estão alojadas no Museu de Klerksdorp, uma cidade a cerca de 70 km de distância do Ottosdal. [AmusingPlanet]

Responder