Atlântida moderna: A cidade que ficou 25 anos embaixo d’água

0
219

Essa é Villa Epecuen, uma antiga cidade turística ao sul de Buenos Aires, que passou um quarto de século submersa. Fundada em 1920, nas margens de um lago de sal, a cidade foi o lar de mais de 5.000 residentes e um destino de férias para milhares de turistas da capital argentina.

Em 1985, uma represa estourou e afundou a cidade em 10 metros de água salgada, tornando-se Atlantis moderna. Inicialmente, as pessoas esperaram em seus telhados, esperando a água a recuar. Isso não aconteceu, e dentro de dois dias, o lugar era uma cidade fantasma devastada.

Em 2009, as águas começaram a diminuir e emergiu o se assemelha a um mundo apocalíptico.

Surpreendentemente, um residente permaneceu nesse lugar desolado. Pablo Novak era a única pessoa a não deixar sua cidade natal quando a água a engoliu em 1985. Ele morava em uma cabana de pedra com um frigorífico e um fogão básico. [MessyNessy]

Veja as fotos abaixo:

 

Responder