Bizarro mineral descoberto na Sibéria é diferente de tudo o que já foi visto na natureza

0
162

Dois minerais extremamente raros descobertos no fundo de uma mina da Sibéria compartilham propriedades com materiais feitos em laboratório chamados estruturas metal-orgânicas (MOFs). Até agora, pensava-se que estas estruturas sintéticas eram completamente ausentes na natureza, de modo que a descoberta de dois MOFs orgânicos deixaram os pesquisadores um pouco atordoados.

MOFs são feitos de polímeros de íons metálicos hidratados, cuidadosamente concebidos para formar vazios e canais de apenas alguns manômetros de largura. Estes espaços ocos permitem o armazenamento de gases, tais como hidrogênio e dióxido de carbono, tornando-os potencialmente úteis para a remoção de gases nocivos a partir do ar ou mesmo de células de combustíveis.

Em um novo estudo publicado na revista Science Advances, os pesquisadores revelam que dois minerais chamados stepanovite e zhemchuzhnikovita – sendo que ambos foram encontrados em uma mina perto do rio Lena, na Sibéria – realmente são MOFs. Incrivelmente, e talvez um pouco frustrante, essas duas aberrações da natureza foram descobertas em 1942 e 1963, respectivamente, mas os cientistas não perceberam o quão únicos e potencialmente úteis estes minerais eram até recentemente.

Falando ao Gizmodo, o co-autor do estudo Tomislav Friščić disse que “uma conclusão que posso fazer é, se fosse possível nos anos 40 realizar a análise estrutural disso, estaríamos 50 anos avançados nessa questão.”

Depois de ler sobre o stepanovite e zhemchuzhnikovita em um jornal de mineralogia, os pesquisadores decidiram sintetizá-los em laboratório, a fim de investigar se a sua estrutura vai de encontro aos MOFs. Quando os autores do estudo conseguiram rastrear amostras reais de ocorrência natural de stepanovite e zhemchuzhnikovita, eles confirmaram que elas combinam com suas cópias feitas em laboratório.

Tais estruturas nunca antes haviam sido documentadas em minerais não-sintéticos, levando os pesquisadores a sugerir que pode haver ainda mais minerais MOFs naturais, se soubéssemos onde procurar.

Significativamente, os autores acreditam que o stepanovite e zhemchuzhnikovita provavelmente foram formados pelo ambiente geológico único em que eles foram encontrados, cerca de 230 metros abaixo da superfície, na zona de permafrost. Se quaisquer outros MOFs naturais de fato existem, ambientes subterrâneos semelhantes podem, portanto, ser bons lugares para começarem a procurar. [IFLScience]

Responder