Bracelete celta do Século III a.C é encontrado na Polônia

0
204

Um bracelete de bronze do século 3 a.C foi descoberto em Pakoszówska, perto de Sanok, na Polônia. O ornamento, de acordo com os pesquisadores, é o objeto celta mais valioso já encontrado na região.

O explorador que encontrou o bracelete avisou rapidamente uma equipe de cientistas, que passaram a estudar os fragmentos do bracelete. De acordo com os arqueólogos, é muito difícil dizer como o ornamento foi se perder, mas o fato dele estar preservado em fragmentos chamou a atenção dos cientistas, já que ele poderia facilmente estar completamente destruído.

Estudos mais antigos já perceberam que houve uma população celta perto do vilarejo de Pakoszówska, e outros monumentos deste período já fazem parte do Museu Histórico de Sanok. “Talvez o dono do bracelete tenha vivido no vilarejo”, disse Piotr Kotowicz, arqueólogo do Museu Histórico de Sanok.

Os celtas foram pessoas guerreiras, que viveram no primeiro milênio antes de Cristo, e se espalharam até a parte oeste da Europa, na Península Ibérica, e até mesmo em partes da Ásia. Eles se tornaram famosos por suas conquistas. Provavelmente, os celtas gostavam de enaltecer suas vitórias, e o metal desempenhava um papel importantíssimo em suas vidas. Além de guerreiros, os celtas também possuíam seus Druídas, uma classe altamente instruída, que desempenhava tarefas como a medicina e vários tipos de ciência. [Archaeology]

Responder