Cientistas querem coletar ‘muco’ de baleias utilizando drone

0
202

Estudantes de engenharia de uma universidade no Massachusetts-EUA, estão se unindo para uma tarefa inédita: coletar muco (o famoso ‘ranho’) de baleias. Isso será feito com a ajuda de drones.

Ao contrário do que muitos pensam, não é água o que as baleias expelem quando voltam a superfície dos oceanos, e sim um compostos de muco, água e tecido. Com esse composto, os cientistas dizem ser capaz de analisar exatamente o humor e estado de saúde da baleia. No entanto, para coletar essa sopa de substâncias nojentas, os cientistas precisam passar muito perto dos animais, utilizando botes, o que acaba os assustando e alterando o humor.

Portanto, a ideia dos estudantes é utilizar drones voadores, isentos totalmente de ruídos para tal missão. A ação é totalmente filantrópica, e conta com o apoio da Ocean Alliance para ajudar a bancar e promover o drone, chamado de ‘Snotbot’ – snot, em ingles: muco; bot: robô.

O drone em questão funciona por meio de controle remoto e voa até três metros acima da superfície da água. Pensando em eventuais quedas na água, o robô é revestido por uma espécie de ‘capa’ de plástico, que protegerá seu funcionamento interno caso submerso. Para coletar a muco das baleias, o robô utiliza um material esponjoso. Tudo isso sem produzir ruídos e incomodar os animais.

Os pesquisadores agora aguardam o “ok” das autoridades marinhas para começar a utilizar o drone. Mas por enquanto, alguns testes já estão sendo feitos com a ajuda de robôs que simulam o movimento de baleias.

O projeto está sendo bancado por meio de financiamento coletivo no site ‘Kickstarter’. Para visualizar a página deste projeto, clique aqui. [IFLScience]

Responder