Cientistas trazem uma péssima notícia para quem gosta de bacon, salsichas e presunto

0
210

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), consumir carne processada, como bacon, salsicha e presunto, aumenta a chance de desenvolver câncer.

Os cientistas afirmam que apenas 50 gramas de carne processada por dia, o equivalente a cerca de duas fatias de bacon, eleva a chance de desenvolver câncer colorretal em 18%.

Embora mais estudos sejam necessários para dizer o mesmo em relação à carne vermelha, os pesquisadores alertam que ela é “provavelmente cancerígena”.

“O estudo mostra provas limitadas de que comer carne bovina, carne de porco ou cordeiro pode provocar câncer, mas outras explicações não podem ser descartadas”, afirmam os cientistas. Desse modo, eles explicam que o consumo moderado de carne vermelha ainda é considerado benéfico, uma vez que é uma grande fonte de proteínas, ferro, zinco e vitamina B12.

O que é carne processada?

Visando aumentar seu prazo de validade ou alterar o gosto, indústrias modificam a carne. São as defumadas ou que ganham aditivos como conservantes. São essas substâncias que estão relacionadas ao aumento da chance de desenvolver câncer.

A OMS colocou a carne processada na mesma categoria que plutônio e bebidas alcoólicas, substâncias que são conhecidas por provocar câncer.

“Para uma pessoa comum, o risco de desenvolver câncer colorretal (no intestino) por conta do consumo de carne processada é pequeno, mas este risco aumenta conforme a quantidade consumida”, disse Kurt Straif, da OMS. Os pesquisadores ressaltam que tudo é uma questão de moderação, dizendo que não é necessário parar de comer qualquer tipo de carne processada ou vermelha, mas sim não comer em excesso. [BBC]

Responder