Como parar um tiro?

0
166

Recentemente, um grupo de jovens norte-americano do canal Everything Apple Pro resolveu testar a resistência do iPhone colocando 8 smarthphones enfileirados e atirando neles com um arma AK-74, fuzil de assalto muito conhecido e desenvolvido na União Soviética durante o século passado, na Guerra Fria. Rapidamente, ele mirou a arma  e atingiu os telefones até um deles segurar a bala.

O resultado você confere aqui embaixo:

 

É muito difícil diminuir a velocidade do tiro, principalmente devido a aceleração que ele possui, que é mais de 975 metros por segundos, impossível de se esquivar, não importa os tipos de cano, mira e condições atmosféricas. Obstáculos podem desacelerar a bala, mas ela continua seguindo o caminho. De acordo com a escritora norte-americana  Rachel Swaby, uma bala na cabeça, por exemplo, desliza pelo seu cabelo, pele e músculos antes de estraçalhar um dos oito ossos cranianos projetados para manter seu cérebro seguro. Infelizmente, é tarde demais para isso agora. Balas vencem ossos. A entrada do projétil em seu crânio facilmente estilhaça sua carcaça de cálcio, fósforo, sódio e colágeno. Como um souvenir da abertura, você ganha um buraco circular adornado com pele esfolada. A distância faz diferença também: Quanto mais perto você estiver da arma, mais a fumaça e pólvora podem queimar sua carne. As funções cerebrais param de 10 a 15 segundos.

Mas e as balas disparadas para cima? Famosas em velórios e eventos militares, o projéteis são disparados, causando uma certa tensão, porque ela sobe até a gravidade a puxar de volta. E depois? Onde essa bala vai parar?

De acordo com o Instituto Defesa, a munição perde a velocidade pela gravidade e pela resistência do ar. A desaceleração prossegue até a bala perder a força de aceleração e começar a cair até o solo.  Um projétil bem balanceado vai cair com a base para baixo, mas dependendo do desenho da bala, ela pode girar ou pode virar e cair com a ponta para baixo.

“Eles atiraram balas de calibre 30, 150 grains com ponta Spitzer, com velocidade de 2.700 FPS (pés por segundo, aproximadamente 823 metros por segundo, ou 2.963 km/h). Usando o coeficiente balístico do projétil e o tempo decorrido desde o disparo da arma até o impacto do projétil com a água, eles calcularam que a bala viajou 9000 pés (2,7 km) em 18 segundos e caiu no solo em 31 segundos, portanto um tempo total de 49 segundos”, afirma o site oficial.

Para um calibre 38, que pesa 10 gramas, a bala sobe a 820km/h, chegando a 742 metros de altura e caindo a 278 km/h. Para perfurar nosso corpo, bastam apenas 180km/h.

Responder