Dois peixes-dourados recebem operações médicas de 750 dólares

0
214

Quanto você pagaria pela saúde de seu animal de estimação? Alguns não medem esforços, outros optam por “não ampliar o sofrimento do animal” e escolhem o sacrifício. No entanto, uma equipe de veterinários da Escócia gastou aproximadamente US$ 750 em operações realizadas em um peixe-dourado.

A equipe do Hospital Veterinário de Fife, na Escócia, removeu um olho (cego) canceroso do peixe, que foi apelidado de “Star”. Além disso, um outro peixe, chamado de “Nemo” passou por uma cirurgia para remover um nódulo. As operações complexas, que custam US$ 747, envolveram um cirurgião exótico, um veterinário e uma enfermeira.

“Este é um campo altamente especializado – utilizar anestésicos em peixes-dourados é muito arriscado, mas estou muito feliz que tudo correu bem e que os donos estão felizes”, disse a especialista em animais exóticos Brigitte Lord. “O valor financeiro de um peixe-dourado pode ser muito pequeno, mas acho que o fato de que alguém paga muito por esse tipo de operação reflete o verdadeiro valor do vínculo entre animais e seres humanos”.

Abby Gordon, estudante de 21 anos, de Glasgow, ganhou o peixe (chamado de Star) em uma barraca de feira, há 12 anos, quando acertou uma bola de pingue-pongue em um aquário. Depois disso, a mãe de Abby comprou outro peixe (Nemo) para fazer companhia ao primeiro, diz o portal americano ‘LiveScience’.

Durante a operação, os médicos garantiram que os animais não sentiriam nada aplicando água oxigenada e um anestésico. Além disso, os veterinários controlaram o fluxo de sangue do peixe utilizando um equipamento de ultrassom Doppler.

Após o procedimento, os médicos mantiveram Star em um balde de água oxigenada. Eles mantiveram a boca do peixe aberta e gentilmente o moveram durante 8 minutos, imitando uma ação de natação, antes do animal recuperar a consciência.

O outro peixe, Nemo, teve uma cirurgia relativamente mais fácil.

“Eu sei que pagar essa quantia em uma operação para um peixinho dourado pode ser desperdício, mas qual era a alternativa? Eu acho que temos a responsabilidade social de cuidar de nossos animais de estimação, e sei que minha filha ficaria perturbada se algo acontecesse com o peixinho”, disse a mãe de Abby de acordo com os funcionários do hospital.

De acordo com o ‘LiveScience’, os dois animais estão bem e saudáveis. [LiveScience]

Responder