Essa menina ‘chora’ sangue e ninguém sabe o motivo

0
187

Este é Marnie-Rae Harvey, que sangra pelos seus olhos – mas os médicos não entendem o porquê.

A garota de 17 anos diz que não pode mais sair de casa e não tem amigos. Abandonou os estudos está refém de uma doença que ninguém sabe nem ao menos qual é.

Ela foi a oftalmologistas, oncologistas, especialistas em reumatologia, neurologistas e pediatras para tentar encontrar a causa. A condição misteriosa também afeta ocasionalmente seus ouvidos, nariz, gengivas, couro cabeludo, unhas e língua, sem aviso prévio.

Clique aqui para ver a imagem

Tudo começou quando a adolescente, de Stoke-on-Trent, na Inglaterra, começou a tossir sangue em março de 2013.

Isso continuou em episódios esporádicos por dois anos até que ela acordou no meio de uma noite em julho de 2015 com o rosto coberto de sangue. Ela estava sangrando pelo seu olho. Seus pais chamaram uma ambulância.

“Os paramédicos ficaram chocados porque nunca viram isso antes”, explica ela. “Quando cheguei ao hospital eles examinaram meus olhos, mas tudo estava normal. O sangramento parou em questão de minutos, e os olhos voltaram ao normal. A menina fez exames de sangue, mas nenhuma anomalia foi encontrada.

Nas próximas duas semanas, ela continuou sangrando todos os dias, com a frequência aumentando cada vez mais.

“Então em uma das vezes eu estava em uma loja e meus dois olhos e ouvidos começaram a sangrar e, em seguida, tivemos de chamar uma ambulância novamente.”

Marine-Rae fez vários testes, e tudo o que especialistas descobriram era que ela tinha um sistema imunológico “enfraquecido”, mas nada que pudesse explicar as anomalias.

Hemolacria é o termo médico para lágrimas de sangue – mas é raro, muito raro. As causas podem incluir acidentes, problemas de coagulação e desgaste das disfunções da glândula – mas Marnie-Rae fez o teste e os médicos descobriram que ela não tinha essa condição, aumentando ainda mais o mistério em torno de seu caso.

Clique aqui para ver a imagem

Incapaz de sair de casa, ela diz que lhe falta energia e constantemente se sente tonta. Seus membros e ossos muitas vezes doem.

E, recentemente, o problema piorou. “Nos últimos 12 dias, a frequência dos sangramentos aumentou”. Normalmente, ela sangrava por cerca de cinco minutos e depois parava por uma hora, com o sangramento ocorrendo poucas vezes ao dia, mas agora o problema está acontecendo a cada meia hora, e demorando para parar.

Clique aqui para ver a imagem

Enquanto isso, ninguém sabe dizer qual é o verdadeiro problema de Marnie-Rae, e seu caso continua intrigando a comunidade médica. [BBC]

Responder