Esse código te ajuda a ter uma carga extra na bateria de 16%

0
166

Verdade seja dita. Smartphones, quando usados muito ao longo do dia fora da tomada, geralmente nos deixam na mão.  A carga diária de bateria é uma realidade que a maioria de nós têm de lidar, e enquanto há todos os tipos de inovações  extremamente promissoras envolvendo coisas como o hidrogênio, alumínio, e fontes de energia solar, a maioria delas não irá ajudar os usuários com dispositivos funcionando com baterias de lítio da geração atual.

Agora, pesquisadores da Universidade de Purdue, nos EUA, desenvolveram uma nova ferramenta para os usuários do Android que reduz o consumo de bateria, suprimindo aplicativos rodando em segundo plano.

Em conjunto com a Intel, os pesquisadores estudaram o uso de 2.000 smartphones Samsung Galaxy S3 e S4 com 191 operadoras móveis em 61 países.

A equipe descobriu que 45,9% do uso diário da bateria ocorre quando as telas dos smartphones estão desligadas. Mais da metade disso – 28,9% do consumo de bateria – é devido a aplicativos que frequentemente “acordam” e são executados em segundo plano no seu dispositivo.

Enquanto um monte desses aplicativos são importantes para o funcionamento do seu telefone e garantem que os sistemas de comunicações fiquem em execução, nem todos eles são. Segundo os pesquisadores, uma grande parte da descarga da bateria é na verdade causada por erros e ineficiências de aplicativos que ficam em segundo plano e não são desligados corretamente.

“Quando a tela está desligada, o hardware do telefone deve entrar em estado de sono, consumindo pouca bateria”, disseram os pesquisadores. “Aplicativos acordam o telefone periodicamente para fazer coisas úteis, mas, em seguida, eles devem deixar o telefone voltar a dormir. Eles não estão deixando o telefone fazer isso por causa de erros de software e, especificamente, devido ao uso incorreto de interfaces de programação de controle de energia no Android chamados wakelocks.”

Em um documento apresentado na conferência da Association for Computing Machinery MobiCom 2015 em Paris este mês, os pesquisadores detalharam sua solução baseada em um código para o problema, chamado HUSH. Ele funciona através da identificação de quais aplicativos são importantes para o usuário específico, dependendo da sua atividade regular, e suprime a operação de aplicativos sem importância. Segundo os pesquisadores, o sistema HUSH pode reduzir o consumo da bateria em geral em até 15,7%.

O melhor de tudo: os pesquisadores disponibilizaram gratuitamente o código no GitHub. O código não foi embalado em forma de app ainda, o que significa que você precisa saber como compilar o código a fim de usá-lo. Felizmente, eles planejam fazer exatamente isso em breve, e não vai demorar para que todos os usuários do Android possam suprir um pouco da vida da bateria extra em seus smartphones. [ScienceAlert]

Responder