Falta de exercícios físicos causa encolhimento cerebral, mostra estudo

0
170

Más notícias para quem gosta de passar a maior parte do dia sentado no sofá assistindo filmes e comendo pipocas. De acordo com um estudo publicado no Neurology e abordado pelo jornal britânico Daily Mail, a falta de exercícios pode fazer com que seu cérebro encolha – principalmente quando o sedentarismo ocorre entre os 30 e 40 anos.

De acordo com os cientistas da Boston University School of Medicine, esse tipo de encolhimento no cérebro atua como principal causador de problemas como perca cognitiva, demência e até mesmo morte. Essas alterações no cérebro normalmente ocorre com naturalidade ao passo em que um indivíduo envelhece. Entretanto, dizem os cientistas, a falta de exercícios físicos pode fazer com que o problema apareça precocemente.

Dados de aproximadamente 1600 pessoas foram analisadas durante o estudo. Essas pessoas haviam passado por um teste físico por volta da década de 1970, quando estavam na altura dos 31 a 49 anos de idade, conta o Daily Mail. Eis que, 20 anos depois, os participantes passaram por exames de ressonância magnética, capazes de apresentar para os especialistas o volume total do cérebro. Os resultados apresentados nos documentos publicados no Neurology apontam que aquelas pessoas que em 1970 praticavam poucos exercícios físicos tinham uma tendência maior a ter um cérebro menor.

Os cientistas também alertam que os efeitos negativos da falta de exercícios físicos incluem riscos maiores de ataque cardíaco e outras doenças no coração.

Informações de DailyMail e Neurology

Responder