Gêmeos idênticos não conseguem enganar reconhecimento facial do Windows 10

0
94

A Microsoft lançou recentemente o Windows 10, que tem como principal novidade uma função que permite que você realize login em sua conta pessoal de uma maneira mais moderno em relação às antigas senhas: o Windows Hello, que funciona com reconhecimento facial, de digitais ou íris. Para tanto, obviamente, você precisa fornecer à máquina os aparatos necessários.

Claro que utilizando as digitais ou a nossa íris, fica difícil imaginar que erros podem ser cometidos pela máquina. Entretanto, temos uma tendência a acreditar que o reconhecimento facial, feito por meio de uma WebCam, não é seguro.

Para colocar em teste a funcionalidade da inteligência do novo sistema operacional, o jornal ‘The Australian‘ colocou seis pares de gêmeos para testar a função. Cada gêmeo registrou uma conta do Windows em um notebook e selecionou o reconhecimento facial como método para realizar login. Durante os testes, o sistema não deu acesso ao gêmeo errado nenhuma vez, ainda que o software tenha apresentado alguns glitches.

“Em alguns casos, o Windows Hello demorou para identificar um gêmeo, mas em nenhum dos casos garantiu acesso à pessoa errada”, disse Chris Griffith, do ‘The Australian‘.

No entanto, o sistema pode ser enganado se as faces de ambos os gêmeos forem utilizadas no momento em que o cadastro da conta é realizado. Desta forma, as duas faces podem ser utilizadas para desbloquear a máquina.

Responder