Gordura trans pode estar ligada a doenças cardíacas e morte

0
188

A quantidade de gordura trans que uma pessoa consome em sua dieta pode estar ligado com o desenvolvimento de doenças cardíacas e até mesmo morte, sugere uma revisão de estudos. A pesquisa mostrou que pessoas que ingerem grandes quantidades de gordura trans tiveram 34% mais chance de morrer por qualquer causa durante o período do estudo, comparado com os que consumiam menores quantidades da gordura. Os estudos de taxas de morte analisados pelos pesquisadores haviam seguido os participantes por 7 a 10 anos.

As pessoas que comiam mais gordura trans também tinham 28% mais chance de morrer por doenças cardíacas, e 21% a mais de chance de desenvolver essas doenças. No entanto, a origem da gordura na dieta também pode ser importante, diz Russell de Souza, coautor do estudo e professor assistente de epidemiologia e bioestatística na Universidade McMaster, em Ontario.

As gorduras trans produzidas pelas indústrias (introduzidas em alimentos pelo homem) parecem ser mais perigosas do que os outros tipos, que ocorrem naturalmente em alimentos como a manteiga e bifes, disse Russell ao ‘LiveScience‘.

Os pesquisadores não encontraram evidências de que adultos saudáveis que consomem grandes quantidades de gorduras saturadas tenham maior chance de desenvolver doenças cardíacas. Os resultados foram publicados no dia 11 de agosto no ‘The BMJ.

Agora, novos estudos e análises devem ser feitos na tentativa de ajudar os pesquisadores a entender o papel e os efeitos das gorduras saturadas nas doenças.

Responder