Idiomas em perigo de extinção

0
144

Você dá valor ao idioma materno. Ele tem muita a ver com o nosso modo de pensar, sabia? Isso mesmo!

Muitos pesquisadores concordam que a maneira como raciocinamos e verbalizamos nossos pensamentos está diretamente relacionada ao nosso idioma  materno. Impressionante isso, pois é uma prova de que carregamos em nossa língua um potencial de inteligência único – típico de nossa forma de falar.

“Às vezes eu fico muito chateada comigo mesma por não ensinar meu idioma aos meus filhos”, diz a chefe Marie Smith Jones, a última da sua cultura a falar a língua dos eyak, do Alasca.

Calcula-se que atualmente umas 7.000 línguas sejam faladas no mundo, e a tendência é que 40% a 50% delas desapareçam neste século. A Austrália, que já teve 250 idiomas, hoje só tem uns 20. Por que isso está acontecendo?

A revista Newsweek sugeriu que as línguas estão sendo “relegadas ao esquecimento pela expansão do inglês e de outras línguas ‘grandes’”. O professor Stephen Wurm, editor do Atlas das Línguas do Mundo em Perigo de Desaparecer (em inglês), publicado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, acrescenta: “Muitos creem que deveríamos esquecer as línguas ‘pequenas’, das minorias, porque não têm nenhum valor.”

E você, vai preservar o idioma que aprendeu desde seu nascimento? Seria uma questão de preservação de cultura, identidade e inteligência!

Responder