Isso é o que acontece com homens que tomam 2 copos de refrigerante ao dia

0
196

Você está cansando de saber dos males dos inúmeros males que o refrigerante faz e, mesmo se fossemos citar todos, um único artigo não seria suficiente. Para resumir, além do aumento de peso, pode aumentar em 20% os riscos de ataques cardíacos, causar doença hepática gordurosa (esteatose), pode aumentar as chances de osteoporose, entre outros.

Mas a novidade fica por conta de um efeito muito indesejável em homens: um estudo feito por cientistas da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, revelou que homens que bebem dois copos ou mais de refrigerantes todos os dias possuem um risco elevado de desenvolver doenças sexuais.

Para chegar a essa conclusão, pesquisadores estudaram quase 3 mil homens considerados viciados em refrigerantes. Eles descobriram que o hábito de consumo aumenta a propensão a disfunção erétil e reduz em até 30% as contagens de esperma. O estudo revelou que os homens viciados em refrigerante apresentam uma contagem média de espermatozoides de 35 milhões por mililitro, contra os 56 milhões apresentados por um homem comum, sem o vício. Embora esse número mais baixo ainda seja considerado “normal”, os cientistas dizem que o vício pode aumentar os riscos eventuais de infertilidade.

O relatório divulgado pelo American Journal of Epidemiology concluiu que homens que bebem mais de 2 copos de refringente por dia, todos os dias, tem um risco maior de desenvolver disfunção erétil do que homens que não bebem nada ou bebem moderadamente.

Os pesquisadores explicam que, além de atrapalhar o fluxo sanguíneo normal no corpo, elevados níveis de açúcar presentes no refrigerante aumentam as chances de contrair diabetes tipo 2, o que impede que os tecidos esponjosos no pênis recebam sangue suficiente para obter e manter a ereção. [Diario de Biologia]

Responder