Isso é o que acontece quando morremos

0
114

Somente um seleto grupo de pessoas realmente sabe o que significa quando você morre: os mortos. E como parece que os mortos não pretendem revelar seus segredos, cabe aos pesquisadores explicar o que acontece quando uma pessoa morre.

Segundo eles, a morte, como a vida, é um complexo processo. A primeira parte desse processo é chamada morte clínica, e dura de 4 a 6 minutos, começando no momento em que a pessoa para de respirar e o coração de bombear sangue. Nesse período, ainda há oxigênio o bastante no cérebro para impedir que alguma lesão grave aconteça. Outros órgãos, como rins e olhos, continuam vivos durante a morte clínica.

A segunda parte é chamada de morte biológica, e acontece quando as células do corpo começam a degenerar e os órgãos, incluindo o cérebro, se desligam. Às vezes, é possível reverter a morte biológica por meio da indução de hipotermia, que visa resfriar o corpo em uma temperatura muito fria, o que retarda a degeneração das células e pode ser usada em pacientes com parada cardiorrespiratória.

Há tempos que os cientistas compreendem perfeitamente essas etapas, mas o que acontece quando uma pessoa quando ela está clínica e biologicamente morta é um mistério. E a única forma de obter algumas respostas é através de pessoas que têm 

experiências de quase-morte (EQMs).

Segundo o Centro de Pesquisa de Experiências Fora do Corpo, em Los Angeles (EUA), mais de 8 milhões de pessoas no país relataram EQMs, que acontecem quando a pessoa está clinicamente morta, perto da morte ou em uma situação onde a morte é provável ou esperada.

E os relatos geralmente coincidem entre si: as pessoas dizem se sentir como se estivessem flutuando fora de seu corpo, movendo-se rapidamente em um túnel em direção à luz os vendo seus entes queridos falecidos. Algumas pessoas inclusive relataram ter visto os médicos e enfermeiros trabalhando como se estivessem olhando de cima.

Os cientistas ainda estão estudando as EQMs para explicar os processos biológicos e neurológicos que podem estar por trás de tais eventos. Alguns pesquisadores defendem a ideia de que as EQMs são uma forma de sonho lúcido, enquanto outros relacionam tais experiências à privação de oxigênio no cérebro ou alucinações. [LiveScience]

Responder