No Japão, há muitas moças virgens e o governo está muito, muito preocupado

0
165

No Japão, está acontecendo um fenômeno complexo. É fato que o país asiático tem a população mais velha no mundo, e para piorar a situação, os jovens não estão muito interessados em sexo. Uma pesquisa recente mostrou o seguinte: 42% dos homens não são casados e 44,2% das mulheres ainda são virgens.

De acordo com a BBC, diversas análises no Japão dizem que os jovens consideram relacionamentos românticos irritantes e, em última análise, estão ocupados demais para iniciar um namoro.

Esta situação está deixando muito preocupado o governo do Japão, uma vez que os jovens começam a perder a virgindade antes dos 40 anos e é a idade em que as mulheres são mais férteis.

A questão é preocupante e até mesmo os economistas Hiroshi Yoshida e Masahiro Ishigaki dizem que se as coisas continuarem indo como agora, os japoneses serão extintos em 16 de agosto do ano de 3766.

Mas o governo está implementando várias medidas para mudar a situação. E o objetivo é aumentar a taxa de fertilidade atual de 1,4 para 1,8 até 2025.

Para isso, eles estão oferecendo incentivos fiscais para os casais e têm expandido serviços de cuidados infantis para incentivar a maternidade.

Existem várias razões pelas quais os japoneses não estão tendo filhos e jovens não estão perdendo sua virgindade. No primeiro caso, eles atribuem a falta de relações com excesso de jornada de trabalho (alguns trabalham 60 horas por semana) e no segundo caso, poucas habilidades de comunicação, falta de educação sexual, pressão social e o alto custo pílulas anticoncepcionais.

Definitivamente um problema que o governo japonês está profundamente preocupado e deve ser revertido logo.

Você acha que o excesso de tecnologia também afeta este problema?

Responder