Novas espécies de sapos são encontradas no Brasil

0
113

 

Cientistas descobriram sete espécies de sapos extremamente pequenos, todos menores que a unha de nossos dedos, na Mata Atlântica Brasileira. Os sapos “miniatura” vivem no topo de montanhas isoladas nas florestas.

Os topos das montanhas são como ilhas isoladas, fazendo com que os sapos sejam vulneráveis a ameaças como mudanças climáticas, desmatamento ilegal e etc.

Os pequenos e coloridos sapos são parte do gênero Brachycephalus, conhecido desde 1800, que normalmente habitam florestas no sul do Brasil. Suspeitando que mais desses sapos poderiam estar se escondendo na parte sul da Mata Atlântica, pesquisadores liderados por Mario Pie, da Universidade Federal do Paraná entraram na floresta a partir dos estados do Paraná e Santa Catarina.

Lá, descobriram diversas novas espécies de sapos, incluindo as sete que foram citadas no relatório. Todos os sapos encontrados têm menos de 1cm de comprimento, e têm aparência semelhante à de balas de jujuba – coloridos e brilhantes.

O novo Brachycephalus mariaeterezae, por exemplo, possui uma cor laranja brilhante. Já o Brachycephalus olivaceus, fazendo jus a seu nome, possui uma cor marrom esverdeada. O Brachycephalus auroguttarus possui uma cabeça amarela brilhante e o restante marrom.

“Tanto sucesso em descobrir novas espécies pode indicar que o número total de Brachycephalus é subestimado”, escreveu Pie no relatório.

O habitat montanhoso dos sapos é a chave para sua diversidade. Separados por vales, os sapos acabam vivendo em comunidades isoladas, reproduzindo entre si e evoluindo em espécies completamente separadas dos outros sapos.

“Esse é apenas o começo. Especialmente dado o fato de que nós já encontramos espécies adicionais que estamos no processo de descrição”, disse o pesquisador Luiz Ribeiro, do Instituto de Estudos Ambientais Natura. [LiveScience]

Responder