O tipo de café que você gosta está ligado ao seu nível de psicopatia, diz estudo

0
109

Como você toma seu café? Segundo uma nova pesquisa, pessoas que gostam dele forte e preto são mais propensas a terem tendências psicopatas. Embora interessante, devemos ter cautela na interpretação dos resultados.

Olhando para as preferências de sabor de 500 pessoas, constatou-se que aquelas que apreciaram sabores amargos eram mais propensas a apresentar sinais de “psicopatia, narcisismo, e sadismo”. O estudo, que foi publicado no Appetite Journal, foi realizado na Universidade de Innsbruck, na Áustria, pelos psicólogos Tobias Greitemeyer e Christina Sagioglou.

Para o estudo, os participantes tiveram que avaliar em uma escala de seis pontos o quanto eles gostavam de alimentos e bebidas que são doces, azedas, salgadas ou amargas. Estes resultados foram então comparados com os obtidos a partir de diferentes testes de personalidade que analisaram características específicas.

Um dos testes de personalidade olhava para a propensão para a agressão, pedindo-lhes para avaliar o quanto eles concordavam com afirmações como “com provocação o suficiente, eu posso bater em outra pessoa.” Outro olhou para o quão manipuladora uma pessoa é e um terceiro teste olhou para outros traços de personalidade. Finalmente, eles avaliaram afirmações como “Eu gosto de atormentar as pessoas” e “às vezes eu repito minhas cenas favoritas de filmes de terror sangrentos”.

Eles encontraram uma correlação significativa entre aqueles que apresentam traços de personalidade mais anti-sociais e aqueles que tinham uma propensão para fortes sabores amargos, em particular sabores como o café, cerveja e água tônica.

Como você toma o seu café, portanto, é um reflexo bastante preciso do quanto você gosta de sabores amargos. De acordo com o estudo, se você gosta de café com leite e açucarado, você não é realmente um fã de amargura e é  mais propenso a mostrar tendências “agradáveis”, tais como bondade, simpatia e cooperativismo.

Estudos anteriores já haviam mostrado que sabores amargos estavam associados a um aumento da sensibilidade emocional em humanos e ratos. Outros estudos descobriram que as pessoas que gostam de alimentos picantes e bebidas com cafeína são mais propensas a estarem em “busca de sensações.”

É importante notar, porém, que as nossas preferências gustativas são extremamente influenciadas por nossa cultura e experiências passadas. Os pesquisadores do estudo também descobriram que haviam várias opiniões subjetivas sobre quais alimentos os participantes definiam como amargo. Além disso, o estudo não chegou a qualquer conclusão clara sobre o que causou a correlação entre “tendências psicopatas” e os que apreciam sabores amargos.

Portanto, antes de começar a julgar pessoas na Starbucks, lembre-se que os resultados não significam necessariamente que, se você preferir um café amargo, você é um psicopata. [IFLScience]

Responder