Os tubarões brancos crescem durante toda a vida?

0
133

Em vídeos que estão tomando conta da Internet atualmente, um cientista marinho é praticamente transformado em um anão próximo àquele que está sendo nomeado como o maior tubarão branco já visto. As filmagens acontecem em Guadalupe, no México, e mostram um tubarão de aproximadamente 6 metros de comprimento.

Chamado de ‘Deep Blue’, o tubarão fêmea causou grande reboliço na Internet quando foi mostrado em vídeos compartilhados no Facebook pelo pesquisador de tubarões Mauricio HoyosPadilla, diretor da Pelagios-Kakunjá A.C., uma organização sem fins lucrativos que foca no estudo de diversas espécies que vivem em mar aberto.

https://www.youtube.com/watch?v=T0fp7Evc4QA

Ainda que as fêmeas de tubarão branco normalmente sejam maiores que os machos, elas normalmente crescem até, no máximo, os 5m. O tamanho excepcional da Deep Blue provavelmente é uma combinação de genética e ambiente, dizem os especialistas.

Os tubarões brancos levam décadas para crescer e se tornarem adultos, e continuam crescendo ao longo de suas vidas. Então, um tubarão maior que o normal, quase sempre é um animal mais velho. De acordo com o biólogo Gregory Skomal, especialista no assunto, os tubarões brancos atingem sua maturidade sexual apenas aos 26 anos, enquanto as fêmeas só podem ter filhotes por volta dos 33 anos de idade. Estudos recentes também indicam que esse tipo de tubarão pode viver até os 73 anos – mais que muitos seres humanos.

Padilla estima que Deep Blue tinha cerca de 50 anos de idade, com base em seu tamanho. ESkomal diz que ela pode não ser a maior espécime de tubarão branco viva pelos oceanos – há grande chance de encontrarmos animais ainda maiores.

O que é mais interessante sobre os tubarões brancos, é que depois que eles atingem a maturidade, eles não param de crescer – apenas diminuem o ritmo do crescimento. Um número de fatores influencia o crescimento de um tubarão, e tais fatores podem ter contribuído para o tamanho pouco usual de Deep Blue, diz Neil Hammerschlag, pesquisador e professor assistente na Universidade de Miami. A genética tem um papel importante; alguns indivíduos têm, naturalmente, predisposição para crescer mais que os outros, e as fêmeas normalmente são maiores que os machos, disse Hammerschlag.

O ambiente e a alimentação também são importantes. Uma dieta com refeições carregadas pode fazer com que os tubarões tenham ‘combustível’ para crescer até tamanhos maiores. A localização, de acordo com alguns estudos, também tem seu papel. [LiveScience]

Responder