Por que abandonamos a poligamia?

0
124

Você pode até não saber, mas cerca de 80% da sociedade humana já foi poligâmica! Parece algo estranho nos dias de hoje (e talvez realmente seja), porém isso era “normal  antigamente.

Então, por que abandonamos este costume?

Bem, este costume de monogamia veio junto com a construção da civilização, isto é, quando começamos a aprender sobre agricultura e coisas civilizadas.

Porém, de acordo com um estudo de pesquisadores da Universidade de Waterloo, no Canadá, as doenças sexualmente transmissíveis também contribuíram para que a poligamia fosse quase extinta.

O estudo calculou os relacionamentos predominantes, as incidência de DSTs e a população nos último 30 mil anos, tudo isso usando modelos computacionais.

E, chegando ao incrível número de mais de 2 mil simulações, eles notaram que o tamanho da população e a incidência de DSTs em sociedades poligâmicas estavam relacionados, já que as pessoas mantinham relações sexuais com mais gente e assim as doenças se espalhavam mais.

Tá, mas como a sociedade decidiu abandonar a poligamia?

Um dado importante do estudo mostrou que conforme as doenças aumentavam, o número populacional diminuia, já que essas doenças causam infertilidade, por exemplo.

Então, as pessoas da época decidiram, por questão de sobrevivência, que era melhor abandonar este antigo costume.

A tal transição da poligamia para a monogamia só veio acontecer depois da agricultura mesmo, ou seja, depois da civilização. Em épocas nas quais os humanos eram caçadores, por exemplo, as comunidades eram bem menores. Então a poligamia rolava solta!

Responder