Selfies já matam mais que tubarões

0
180

Acredite ou não, a onda dos últimos anos, as selfies, está começando a afetar as pessoas de uma maneira antes inimaginável. Não estamos dizendo apenas que as selfies podem viciar, ou evoluir para um narcisismo exacerbado, e sim levar à morte.

É verdade. Algumas pessoas acabam se expondo a riscos extremos para tentar registrar um momento. Não são raras as selfies que vemos por aí de pessoas penduradas em arranha-céus, escalando montanhas, montadas em animais exóticos. Seria muito positivismo pensar que isso sempre daria certo.

O site ‘Mashable’ trouxe à tona recentemente o número de mortes relacionadas com o ato de tirar uma própria fotografia, e, pasmem, não foram apenas duas ou três – foram 12 somente nesse ano.

As histórias são bizarras. Um homem, por exemplo, foi mutilado depois de tentar tirar uma fotografia durante uma corrida com bois, na Espanha – onde uma grande massa de pessoas foge dos animais no meio da rua (há gosto para tudo). Em outro caso, dois rapazes da Rússia faleceram depois de uma tentativa falha de tirar uma selfie segurando uma granada. Não fosse bastante, uma mulher atirou na sua própria cabeça enquanto tirava uma selfie posando com uma arma de fogo.

Para efeito de comparação, o ‘Mashable’ realizou um infográfico comparando as mortes relacionadas a selfies e a tubarões. O resultado é no mínimo intrigante: são 12 mortes relacionadas às fotografias e 8 aos animais.

De acordo com o ‘Mashable’, alguns parques ao redor do mundo já estão alertando seus visitantes a não tirar fotografias com animais, ou em locais perigosos. [Mashable]

Responder